fbpx

Vendas e fraudes na Black Friday até o momento

  1. Início
  2. Análise
  3. Vendas e fraudes na Black Friday até o momento

Vendas e fraudes na Black Friday até o momento

Black Friday movimenta R$ 1.377.198.177 no e-commerce; valor de fraudes evitadas é de R$ 9.600.096

A Black Friday ganha cada vez mais espaço no coração (e no bolso) dos brasileiros. Um levantamento realizado pelo Compre&Confie mostra que o faturamento total de compras via e-commerce realizadas do dia 28/11 às 00h01 até hoje (29), às 8h59 já ultrapassa um bilhão de reais. Ao todo, o valor é de R$ 1.377.198.177, aumento de 30,8% em relação ao mesmo período do ano passado (quinta e sexta-feira de Black Friday).

Nesse período, foram realizados 2.305.587 pedidos de compra via internet (aumento de 28,7% em relação ao mesmo período do ano passado). O tíquete médio nacional é de R$ 597,33, valor 1,7% maior do que o mesmo período de 2018.

Os dados consideram todas das vendas de bens de consumo realizadas em todo o país. De acordo com o levantamento, a região que mais consome durante a Black Friday é a Sudeste, com R$ 833,5 milhões. Em seguida, está o Nordeste, com R$ 222,9 milhões e, em terceiro lugar, o Sul, com R$ 199 milhões. O Centro-Oeste figura em quarto lugar, com R$ 87,1 milhões e, por último, está o Norte, com R$ 34,4 milhões.

“O comportamento de compra até o momento está alinhando com a previsão do Compre&Confie para Black Friday 2019, com forte crescimento no volume de pedidos e pequena variação positiva do tíquete médio, sendo este comportamento reflexo dos preços baixos praticados pelas lojas, somados ao controle da inflação no país”, destaca André Dias, diretor executivo do Compre&Confie.

Perfil de consumo

Entre as categorias mais consumidas, estão: Moda e Acessórios, Entretenimento, Beleza, Perfumaria e Saúde, Eletrodomésticos e Ventilação, além de artigos para casa. A maior parte dos pedidos é realizada por mulheres (52%), enquanto os homens ficam com 48,1% das compras. A faixa etária que mais consome tem entre 26 e 35 anos (36%), seguida por consumidores entre 36 e 50 anos (32,6%) e por compradores de até 25 anos (19,3%). Os brasileiros com mais de 51 anos ocupam a menor porcentagem de compras on-line, representando 12,2% dos pedidos realizados.

E as fraudes?

De acordo com a ClearSale, empresa líder em antifraude, o valor de fraudes evitadas das 00h01 de ontem (28) até às 7h59 de hoje (29) é de R$ 9.600.096,00. O valor segue a tendência dos últimos anos e também deve ser atualizado a cada hora. “Essa Black Friday tem sido uma edição de sucesso. O valor de fraudes evitadas está em linha com o que já prevíamos e acreditamos que a tendência deve ser mantida ao longo do dia”, destaca Omar Jarouche, diretor de Soluções da ClearSale. Todas as informações serão atualizadas a cada hora. Para consultá-las, basta acessar o site: https://www.blackfridayhorahora.com.br/horahora

, , , , ,
Post anterior
Cresce para 39% o número de consumidores que só devem comprar na Black Friday se descontos valerem a pena
Próximo post
Metade dos brasileiros pretende comprar na Black Friday 2019

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu