fbpx

Canvas: organizando as idéias antes de lançar o seu negócio

  1. Início
  2. Produtividade
  3. Canvas: organizando as idéias antes de lançar o seu negócio

Canvas: organizando as idéias antes de lançar o seu negócio

Desde que comecei a trabalhar com consultoria, ajudando empresas e empreendedores em seus negócios, uma coisa me chamou a atenção: muitos não possuem um Plano de Negócios.

O que é o Business Model Canvas?

Criado pelo autor e consultor de negócios suíço Alexander Osterwalder, o Business Model Canvas – ou “Tela de Modelo de Negócios” – é uma ferramenta muito útil para definir o modelo de negócios de uma empresa ou de qualquer projeto em que você for trabalhar. Com ele, um gestor e sua equipe podem projetar, visualizar e compreender melhor como a empresa irá funcionar. Ou seja, como ela irá criar valor, entregar ao cliente, estimar custos e gerar renda.

Concebidas de forma enxuta e flexível, ferramentas de Canvas online mostram em blocos, de forma integrada e visual, todos os aspectos relevantes em uma empresa. Além disso, elas servem de ponto de referência e linguagem comum na hora de trabalhar cada nova hipótese. É um ótimo recurso para empresas pequenas, startups, ou situações em que uma mudança ágil deve ser realizada em uma organização. É essencial, inclusive, para elaboração de um MVP.

Montando seu Canvas Online

No dia a dia, o gestor pode utilizar o Canvas para realizar o planejamento estratégico, o que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes. Questões como proposta de valor, segmento de clientes e canais de relacionamento podem ser abordados. Na internet, existem diversos sites e modelos que podem ser utilizados para montar seu Canvas online (veja abaixo algumas dicas). Esta forma é mais prática do que o tradicional papel ou quadro branco, pois dá mais agilidade para que os membros da equipe contribuam e visualizem as tarefas através da nuvem. O Canvas online é dividido em nove blocos. E cada bloco é acompanhado de algumas perguntas que ajudam a definir seu conteúdo.

Conhecendo os 9 blocos:

  1. Parcerias Principais: Quem são nossos parceiros chave? Quem são nossos fornecedores chave? Que recursos chave adquirimos dos nossos parceiros? Que atividades chave realizam nossos parceiros?
  2. Atividade-Chave: Que atividades chave requerem nossas propostas de valor, canais de distribuição, relações com clientes e fontes de renda?
  3. Recursos Principais: Que recursos chave requerem nossas propostas de valor, canais de distribuição, relações com clientes e fontes de renda?
  4. Estrutura de custos: Quais são os custos mais importantes inerentes ao nosso negócio? Quais são os recursos chave mais caros? Quais são as atividades chave mais caras?
  5. Proposta de valor: Que valor proporcionamos aos nossos clientes? Que problemas solucionamos e que necessidades satisfazemos?
  6. Relacionamento com os clientes: Que tipo de relação esperam os diferentes segmentos de mercado? Que tipo de relação temos estabelecido? Qual é o custo delas? Como elas se integram em nosso modelo de negócio?
  7. Canais de comercialização: Através de quais canais nossos clientes querem ser alcançados? Como estamos alcançando-os hoje? Como estão integrados nossos canais? Quais funcionam melhor? Quais são mais eficientes em custo? Como estamos integrando-os com os hábitos de nossos clientes?
  8. Segmento de Clientes: Quem são nossos clientes? Para quem criamos nossos valores?
  9. Fontes de Receitas: Por que valor estão dispostos a pagar nossos clientes? Por que pagam atualmente? Como eles pagam atualmente? Como eles gostariam de pagar? Quanto representam as diferentes fontes de renda no total?

Todos esses campos são essenciais para o planejamento de uma empresa. Porém, os dois pontos iniciais, proposta de valor e segmento de mercado, recebem especial destaque por serem as peças que compõem o processo de Value Proposition Design. Esta prática consiste em detalhar, para o binômio produto/consumidor, uma série de elementos e “encaixá-los” para definir qual é o produto – ou “valor” – perfeito para cada público.

Fazendo seu Canvas

Sebrae Canvas

Screenshot of www.sebraecanvas.com

Canvas em PowerPoint

Screenshot of analistamodelosdenegocios.com.br

BM Canvas

Screenshot of www.bmcanvas.com

BM Fiddle

Screenshot of bmfiddle.com

Project Canvas

Screenshot of www.pmcanvasapp.com.br

Canvanizer

Screenshot of canvanizer.com

Leitura Recomendada

Business Model Generation: Inovação Em Modelos De Negócios

Comprar

Project Model Canvas

Comprar

Business Model You

Comprar

 

Fontes: RunRun.it

, , , , , ,
Post anterior
Se o presente é digital, o futuro é analítico
Próximo post
Dia dos namorados deve movimentar R$ 2,3 bilhões no E-commerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu