fbpx

Veja como foi o Dia das Crianças no E-commerce

  1. Início
  2. Análise
  3. Veja como foi o Dia das Crianças no E-commerce

Veja como foi o Dia das Crianças no E-commerce

Levantamento mostra aumento de 26,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Categoria de Entretenimento tem aumento mais expressivo do que Brinquedos

Com foco em presentear os pequenos sem sair de casa, cada vez mais pessoas optam pelas compras on-line. Um levantamento realizado pelo Compre&Confie mostra que o número de pedidos realizados com foco no Dia das Crianças aumentou 26,8% em relação ao mesmo período de 2018, totalizando 7 milhões de compras online. As vendas foram realizadas entre os dias 28 de setembro e 11 de outubro e geraram faturamento de R$ 2,7 bilhões, aumento de 24,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

“O ambiente online torna-se uma opção cada vez mais atrativa para os compradores brasileiros também em datas sazonais, pois além de permitir a compra com maior comodidade e rapidez, ajuda os consumidores em todo o processo de busca e escolha do presente ideal, através de informações detalhadas dos produtos e avaliação dos próprios consumidores.”, afirma André Dias, diretor executivo da empresa.

Esse aumento foi sentido principalmente pela categoria de Entretenimento (Livros, DVDs, Games, Papelaria e Tickets), cujo aumento no número de pedidos foi de 30,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Em faturamento, o incremento foi de 12,4%. A categoria de Brinquedos (produtos para bebês e brinquedos) também sentiu o impacto da data, ainda que em grau menor: registrou aumento de 11,8% no número de pedidos e de 2,2% no faturamento.

Perfil do consumidor

A maior parte das compras foi feita por consumidores que têm entre 26 e 35 anos (33,7% do total de pedidos), seguidos por compradores de 36 a 50 anos (32,7%). Em terceiro lugar, estão os que têm até 25 anos (19,7%) e, em quarto lugar, os que têm mais de 51 anos (13,9%).

, , , , ,
Post anterior
As 5 dicas do dia
Próximo post
Para 41% dos brasileiros, tecnologia deve permitir mais autonomia nos processos de compra

1 Comentário. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu