fbpx

Dia das Crianças gera 11 milhões de pedidos online

  1. Início
  2. Análise
  3. Dia das Crianças gera 11 milhões de pedidos online

Dia das Crianças gera 11 milhões de pedidos online

Levantamento mostra aumento de 57% em relação ao mesmo período do ano passado

Com foco em presentear os pequenos sem sair de casa, os consumidores adotaram o e-commerce como aliado para o Dia das Crianças. Um levantamento feito pela Neotrust/Compre&Confie mostra que o número de pedidos realizados entre os dias 28 de setembro e 11 de outubro aumentou 57% em relação à 2019, totalizando 11 milhões de compras online.

Na mesma linha do volume de compras, o faturamento também teve crescimento significativo. De acordo com o estudo, a receita atingiu um total de R$ 4,9 bilhões, aumento de 77% em relação ao mesmo período do ano passado. Além de comprar mais, os brasileiros gastaram mais: em relação à 2019, o tíquete médio teve alta de 12,7%, chegando a R$442,93.

Esse aumento foi sentido principalmente pela categoria de Brinquedos (produtos para bebês e brinquedos) cujo aumento no faturamento foi de 49% em relação ao mesmo período do ano passado. A categoria de Entretenimento (Livros, DVDs, Games, Papelaria e Tickets), também sentiu o impacto da data ainda que em grau menor: registrou aumento de 20% nas cifras.

“Trazendo mais comodidade e rapidez, o ambiente online têm sido uma opção cada vez mais atrativa para os compradores brasileiros. Prova disso, é que mesmo com a reabertura parcial das lojas físicas e grandes shoppings, o resultado de vendas do Dia das Crianças comprova que a população tem cada vez mais confiança em relação ao e-commerce”, explica André Dias, CEO da Neotrust/Compre&Confie.

Perfil do consumidor

A maior parte das compras foi feita por consumidores que têm entre 36 a 50 anos (35% do total de pedidos), seguidos por compradores de 26 e 35 anos (31%). Consumidores que têm até 25 e com mais de 51 anos tiveram, cada grupo, 17% da totalidade. As mulheres foram as que mais compraram, somando 58% das compras.

Analisando por região, o Sudeste liderou as compras de Dia das Crianças com 64% dos pedidos. Em seguida, Sul e Nordeste aparecem como destaque com 15% e 14%, respectivamente. Por fim, completam o share as regiões Centro-Oeste, com 5%, e a região Norte, com 2% do total.

Fraudes

Durante o período, foram evitados R$ 57,2 milhões em fraudes, de acordo com a ClearSale, empresa líder em soluções antifraude nos mais diversos segmentos. O valor é 47% maior do que registrado nas vendas para o Dia das Crianças do ano passado.

Entre as categorias com maior índice de fraudes, alimentos estão no topo do ranking, sendo os itens mais visados pelos fraudadores, seguido por celulares e eletrônicos.

Na quebra por regiões, a Norte é a que teve maior índice de tentativas de fraude no período, com 2,6%. Em seguida, a região Centro-Oeste aparece no ranking com 1,8%, seguida pelo Nordeste, que ficou com 1,6%. As regiões Sudeste, com 0,92%, e Sul, com o,54%, foram as que apresentaram os menores índices.

, , ,
Post anterior
Fim da concorrência desleal no Google
Próximo post
E-commerce fatura R$ 33,4 bilhões no terceiro trimestre e setor mantém crescimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu