fbpx

Faturamento de marketplaces cresceu 173% em 2020

  1. Início
  2. Análise
  3. Faturamento de marketplaces cresceu 173% em 2020

Faturamento de marketplaces cresceu 173% em 2020

Estudo revela que a cifra é resultado de um volume de pedidos 187% maior em relação ao ano anterior

De acordo com estudo realizado pela Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, mesmo com os impactos econômicos causados pela pandemia, o e-commerce foi um dos setores que registraram um crescimento exponencial em 2020.

Além das grandes varejistas do mercado, os marketplaces, e-commerce mediado por uma empresa, em que vários lojistas se inscrevem e vendem seus produtos, também registraram cifras expressivas no último ano. O faturamento dessas lojas teve uma alta de 173% no último ano, comparado ao anterior. A cifra é resultado de um maior volume de pedidos neste modelo: em 2020, o aumento nas compras foi de 187%.

Na contramão das outras métricas, o tíquete médio sofreu uma leve queda. Segundo o estudo, os brasileiros gastaram menos e o valor teve uma redução de 4,3% no comparativo.

Analisando o varejo digital num todo e comparando o modelo de marketplace com as demais empresas, os tradicionais varejistas ainda lideram o mercado. O levantamento mostra que 64% dos pedidos e 60% do faturamento total são dos grandes players.

“A facilidade de poder comprar itens de diferentes varejistas em uma compra só vem cativando os brasileiros que procuram variedade e economia na hora da compra. Além disso, analisando os números, os marketplaces também tiveram um crescimento impulsionado pelas restrições nas lojas físicas”, afirma Fabrício Dantas, CEO da Neotrust.

, , , ,
Post anterior
Quem é melhor em encontrar ofertas e fazer compras online, homens ou mulheres?
Próximo post
E-commerce cresce 40% e fatura R$ 4,6 bilhões durante a Páscoa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.