fbpx

Compras realizadas em dispositivos mobile aumentam 28% em 2018

  1. Início
  2. Análise
  3. Compras realizadas em dispositivos mobile aumentam 28% em 2018

Compras realizadas em dispositivos mobile aumentam 28% em 2018

Dispositivos já concentram 43% do share de mercado e principal grupo comprador tem de 26 a 35 anos

O Compre&Confie, empresa referência em segurança digital e inteligencia de mercado criada pela ClearSale, aponta que a familiaridade dos brasileiros com os dispositivos mobile vai além das midias sociais. De acordo com dados apurados pela companhia, houve aumento de 28% nas vendas online realizadas por esses dispositivos em 2018, na comparação com o ano anterior. Os dispositivos já concentram 43% do share de mercado – enquanto o desktop é responsável pelos demais 57%.

Os dados refletem o aumento de vendas por idade no período. Consumidores jovens, entre 26 e 35 anos, os principais usuários de aparelhos de telefonia segundo o IBGE, apresentaram o maior crescimento em volume de vendas no período, com incremento de 1,3 p.p.

As compras realizadas com esses dispositivos ainda têm tíquete médio 17% menor do que as realizadas com PCs. No entanto, esse é um número que tende a mudar no futuro, principalmente com o aumento da confiança das operações via celular. “Parte do aumento de vendas via smartphones pode ser atribuído ao maior investimento das empresas para oferecerem aos consumidores uma melhor experiência de compra. Os varejistas online estão desenvolvendo aplicativos melhores para permitir maior praticidade na busca de produtos e efetivação de pagamentos via dispositivos móveis.”, afirma André Dias, diretor executivo do Compre&Confie.

Na divisão entre homens e mulheres, elas ainda concentram a maior parte das compras (54,9%), porém eles fazem gastos maiores: as compras têm tíquete médio de R$ 524,30, enquanto as do público feminino são de R$ 391,20.

Somando as duas plataformas, foram realizados 147,1 milhões de pedidos no último ano, aumento de 3% em relação a 2017. O total de vendas apresentou incremento de 7% no período, passando de R$ 57 bilhões para R$ 62 bilhões.

, , , , ,
Post anterior
E-commerce: Vendas aumentam 23% no primeiro trimestre de 2019
Próximo post
Pesquisa inédita investiga vida digital dos brasileiros maduros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu