fbpx

Mês da Mulher: o perfil do público feminino no e-commerce

  1. Início
  2. Análise
  3. Mês da Mulher: o perfil do público feminino no e-commerce

Mês da Mulher: o perfil do público feminino no e-commerce

Faixa etária, categorias mais consumidas e regiões em que as mulheres mais consomem são alguns dos pontos levantados na pesquisa

O mês de março ganha cada vez mais espaço como um período dedicado ao público feminino: o dia internacional da mulher traz cada vez mais reflexões a respeito do papel da mulher na sociedade atual. Pensando completar essa perspectiva com o olhar dedicado ao consumo realizado por esse grupo, o Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, realizou um estudo que traça um perfil das mulheres no varejo digital.

O levantamento considerou o período de 22 de fevereiro a 07 de março e mostra que as compras online realizadas por mulheres movimentaram R$ 1,5 bilhão no país, aumento de 50,6% em relação ao mesmo período do ano passado. A alta é reflexo principalmente do aumento no número de pedidos realizados: ao todo, foram realizadas 3,9 milhões de compras no período, aumento de 55,1%.

Ainda segundo o estudo, as mulheres que mais compram pela internet têm entre 36 e 50 anos: elas são responsáveis por 35,9% dos pedidos realizados em todo o país. Em seguida, estão as de 26 a 35 anos (32,8%) e, em terceiro lugar, as que têm 25 anos ou menos (17,3%). Por último, estão aquelas com 51 anos ou mais (14%).

“A idade média das consumidoras de e-commerce é de 37 anos. Em nossa experiência, percebemos que elas são as principais responsáveis pelo alto volume de compras online realizadas no país, ainda que frequentemente gastem menos em cada compra, em relação ao público masculino”, destaca André Dias, diretor executivo do Compre&Confie. De acordo com o levantamento realizado pela companhia, o tíquete médio apresentado pelas mulheres no período foi de R$ 371,29.

Categorias mais procuradas e regiões em que as consumidoras mais compram

Ao analisar o volume de pedidos feito pelo público feminino, é possível identificar as cinco categorias mais consumidas pelas mulheres: Moda e Acessórios, Entretenimento e Artigos para Casa ocupam os três primeiros lugares e Móveis, construção e decoração e Telefonia ficam em quarto e quinto, respectivamente. Já em relação às regiões, o Sudeste ocupa o protagonismo, sendo responsável por 67,4% dos pedidos realizados por mulheres em todo o país. Em segundo lugar, está o Sul (14%) e, em terceiro, o Nordeste (11,9%). Por último, estão Centro-Oeste (5%) e Norte (1,7%).

“A distribuição por regiões também é influenciada por outros fatores, como o acesso à internet e a disponibilidade de e-commerce em cada região. O Sudeste ocupa o primeiro lugar principalmente pela ampla oferta que possui, mas vale ressaltar que Sul e Nordeste têm apresentado crescimento expressivo no consumo e na oferta de produtos periodicamente”, finaliza Dias.

, , , , , , ,
Post anterior
As 5 dicas do dia
Próximo post
Crise do coronavírus leva consumidores a comprarem pela Internet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu