fbpx

A região apresenta queda de -5,86%. Além dela, o Centro-Oeste e Nordeste também tiveram índices negativos -4,74% e -0,15%, respectivamente. Somente o Sudeste (4,14%) e o Sul (1,45%), tiveram resultados positivos

A região Norte teve queda de -5,86% nas vendas online no mês de setembro, ante agosto, segundo o índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) em parceria com o Movimento Compre & Confie. Ao traçar um comparativo por região, o Norte teve o pior desempenho. A composição dos índices fica da seguinte forma: em primeiro lugar aparece o Sudeste (4,14%), seguido pelo Sul (1,45%), Nordeste (-0,15%) e Centro-Oeste (-4,75%).

“As promoções da Semana do Brasil não foram suficientes para manter o ritmo acelerado de crescimento da região Norte como, por exemplo, em julho/19, onde registramos crescimento de 13,95%. Em uma região onde o volume de consumidores online ainda não é tão elevado, é natural que tenhamos maior oscilação das vendas em alguns períodos do ano“, afirma André Dias, coordenador do Comitê de Métricas da camara-e.net e diretor executivo do Compre & Confie.

Já na avaliação do acumulado dos últimos 12 meses, todas as regiões apresentam resultados positivos. Nesta análise a configuração muda – o Norte ocupa o penúltimo lugar com (62,33%), ficando na frente do Sudeste (59,18). O Nordeste aparece em primeiro com 79,82%, seguido por Centro-Oeste (77,14%) e Sul (67,01%).

Vendas online no Norte

A variação do índice de vendas em setembro foi negativa (-5,86%), ao comparar com o mês anterior. No acumulado dos últimos 12 meses, a região registrou a variação de 62,33%.

Faturamento do Norte

Ao avaliar o faturamento da região Norte, setembro registrou uma queda de -3,94%, em relação a agosto. No acumulado dos últimos 12 meses, a variação foi positiva de 65,21%.

Norte em relação ao país

Ao avaliar a composição regional nas vendas do comércio eletrônico em setembro, na comparação com o mês anterior, o Norte está em último lugar, com a queda de -5,86%. Quem desponta no levantamento é o Sudeste com 4,14%, seguido do Sul (1,45%). Nordeste e Centro-Oeste também tiveram retração: (-0,15%) e (-4,75%), respectivamente.

Em relação à variação do faturamento, também na comparação de setembro, ante agosto, o cenário fica da seguinte forma: o Norte continua com o pior desempenho e com índice negativo (-3,94%). Sudeste continua na liderança com aumento de (6,11%), seguido por Sul (3,76%), Nordeste (1,52%) e Centro-Oeste (-1,43%).

Metodologia do MCC-ENET

Os índices mensais vêm da comparação dos dados do último mês vigente em relação ao período base (média de 2017). Para compor o índice, o Compre & Confie coleta 100% de todas as vendas reais de grande parte do mercado de e-commerce brasileiro, utilizando adicionalmente processos estatísticos para composição das informações do mercado total do comércio eletrônico brasileiro. Também são utilizadas informações dos indicadores econômicos nacionais do IBGE, IPEA e FGV.

O MCC-ENET traz uma visão completa a respeito do e-commerce no país a partir da análise das seguintes variáveis: percentual nacional e regional de vendas online, faturamento do setor e tíquete médio. Outras métricas analisadas mensalmente são participação mensal do e-commerce no comércio varejista e crescimento do setor no varejo restrito e ampliado, além da distribuição das vendas por categoria. Por último, a penetração de internautas que realizaram ao menos uma compra trimestralmente pela internet também está contemplada no índice.

Não estão contabilizados no MCC-ENET dados dos sites MercadoLivre, OLX e Webmotors, além do setor de viagens e turismo, anúncios e aplicativos de transportes e alimentação, pois ainda não são monitorados pelo Compre & Confie.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu