fbpx

Promoções no início de novembro impactaram nas vendas da Black Friday 2020

  1. Início
  2. Análise
  3. Promoções no início de novembro impactaram nas vendas da Black Friday 2020

Promoções no início de novembro impactaram nas vendas da Black Friday 2020

Descontos oferecidos de segunda à quarta-feira anteciparam a movimentação intensa do e-commerce na data

Cada vez mais consolidada entre os brasileiros, a Black Friday revelou um comportamento inusitado em 2020: além dos tradicionais dias, o início do mês também registrou um grande volume de vendas, segundo levantamento da Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce.

De acordo com a companhia, as vendas ganharam força a partir do dia 13 de novembro, atingindo uma variação maior que 60% no faturamento até o dia 26 do mesmo mês, quando comparado ao ano anterior. A variação, porém, regrediu quando considerado as vendas do dia 27 de novembro, atingindo crescimento de 48%.

Assim como as vendas, no período também houve um aumento expressivo de novos consumidores no e-commerce. O estudo revela que todos estes dias (13 a 26 de novembro) registraram crescimento de pelo menos 65% em consumidores únicos. Já no dia 27, a alta deste público foi de 45%.

Diferente de 2019, as vendas de segunda à quarta-feira da semana da Black Friday foram um sucesso. Segundo a Neotrust/Compre&Confie, o faturamento atingiu R$ 1.847.587,794, valor que representa alta de 109,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Analisando o volume de pedidos, a alta foi de 83,8%, totalizando 4,13 milhões. Além de comprar mais, os consumidores também fizeram compras mais caras: em 2020, os dias de 23 a 25 de novembro tiveram as compras com média de R$446, valor 30,5% maior que 2019.

“Os grandes players do mercado iniciaram suas grandes promoções desde o início da semana e conseguiram cativar os clientes, que estão cada vez mais utilizando a internet para comprar. Com isso, as vendas que inicialmente seriam concentradas na quinta e sexta-feira foram diluídas”, explica André Dias, fundador da Neotrust/Compre&Confie.

Valor do frete também cresce

Apesar de economizar nos produtos, os brasileiros pagaram mais caro para receber as suas compras em casa. No início da semana da Black Friday, o valor médio do frete teve alta durante os dias do período, atingindo um crescimento de até 67% no dia 26, comparado ao mesmo dia em 2019.

“O valor do frete médio aumentou exponencialmente na quinta e sexta-feira, principais dias de venda Black Friday. Esta ação é resultado das ações dos varejistas para manter um prazo de entrega aceitável para os consumidores online.” conclui o executivo.

, , , , ,
Post anterior
Black Friday 2020: e-commerce deve gerar R$6,9 bilhões em faturamento
Próximo post
Cyber Monday 2020 movimenta mais de R$ 700 milhões em compras via e-commerce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu