fbpx

Descontos oferecidos de segunda à quarta-feira anteciparam a movimentação intensa do e-commerce na data

Cada vez mais consolidada entre os brasileiros, a Black Friday revelou um comportamento inusitado em 2020: além dos tradicionais dias, o início do mês também registrou um grande volume de vendas, segundo levantamento da Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce.

De acordo com a companhia, as vendas ganharam força a partir do dia 13 de novembro, atingindo uma variação maior que 60% no faturamento até o dia 26 do mesmo mês, quando comparado ao ano anterior. A variação, porém, regrediu quando considerado as vendas do dia 27 de novembro, atingindo crescimento de 48%.

Assim como as vendas, no período também houve um aumento expressivo de novos consumidores no e-commerce. O estudo revela que todos estes dias (13 a 26 de novembro) registraram crescimento de pelo menos 65% em consumidores únicos. Já no dia 27, a alta deste público foi de 45%.

Diferente de 2019, as vendas de segunda à quarta-feira da semana da Black Friday foram um sucesso. Segundo a Neotrust/Compre&Confie, o faturamento atingiu R$ 1.847.587,794, valor que representa alta de 109,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Analisando o volume de pedidos, a alta foi de 83,8%, totalizando 4,13 milhões. Além de comprar mais, os consumidores também fizeram compras mais caras: em 2020, os dias de 23 a 25 de novembro tiveram as compras com média de R$446, valor 30,5% maior que 2019.

“Os grandes players do mercado iniciaram suas grandes promoções desde o início da semana e conseguiram cativar os clientes, que estão cada vez mais utilizando a internet para comprar. Com isso, as vendas que inicialmente seriam concentradas na quinta e sexta-feira foram diluídas”, explica André Dias, fundador da Neotrust/Compre&Confie.

Valor do frete também cresce

Apesar de economizar nos produtos, os brasileiros pagaram mais caro para receber as suas compras em casa. No início da semana da Black Friday, o valor médio do frete teve alta durante os dias do período, atingindo um crescimento de até 67% no dia 26, comparado ao mesmo dia em 2019.

“O valor do frete médio aumentou exponencialmente na quinta e sexta-feira, principais dias de venda Black Friday. Esta ação é resultado das ações dos varejistas para manter um prazo de entrega aceitável para os consumidores online.” conclui o executivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu